India - Galeria Valbom Lisboa 2010

Paulo Neves

“Uma das personagens que visitou no passado (ainda que não se encontrem vestígios da sua contaminação) foi o escultor João Cutileiro, que o impressionou quer pela expressão de liberdade, quer pela obsessão com que se dedicava à realização da sua obra.”

Nascido no norte de Portugal em 1959, revelaria a sua maturidade artística durante a década de 90 do séc. XX, afirmando-se hoje como um escultor internacional de referência nacional incontornável. Com peças em diversas colecções portuguesas, Paulo Neves está também representado nos Estados Unidos, França, Espanha, Brasil, Holanda, Bélgica, Roménia, Austrália, Marrocos e Alemanha.

Embora tenha frequentado a Escola de Belas Artes do Porto, a sua aprendizagem é, na tradição moderna europeia, exclusivamente autodidacta. A expressão morfológica das suas peças apela ao expressionismo e ao barroco, embora a sua linguagem pareça totalmente original, construída à margem dos movimentos e tendências estéticas do seu tempo. Partindo muito jovem à descoberta do mundo pelas suas próprias mãos, Paulo Neves conheceu artistas, visitou museus, descobriu outros mundos, experiência sem dúvida determinante para a obra que viria a realizar.